15.7 C
Nova Iorque

Copa do Mundo de 1938: Itália conquista o bi consecutivo na França!

Apostar na Copa do Mundo: Haja coração, torcida brasileira. A Copa do Mundo do Qatar já está aqui e a gente não consegue mais segurar a emoção. Craques convocados, datas e horários dos jogos do Brasil anotados na agenda, churrascos marcados em acordo com tudo isso. Agora é só ficar esperto para aproveitar as melhores oportunidades de lucrar com apostas na Copa do Mundo 2022.

Pensando nisso, a casa de apostas esportivas KTO produziu uma série de textos sobre a história das Copas do Mundo, além das melhores dicas de apostas online, obviamente. Afinal, é sempre bom relembrar o passado e conhecer cada vez mais sobre o jogo bonito. Nesse texto, vamos contar um pouco da segunda conquista mundial italiana, 4 anos depois da primeira.

Até hoje, apenas duas seleções conseguiram o feito de serem campeãs mundiais de maneira consecutiva. O nosso amado Brasil, que levantou o caneco em 1958 e 1962, e a Itália, que foi a primeira a conseguir tal conquista, campeã em 1934 e 1938. Ainda vivendo sob o regime fascista, o futebol era um dos grandes artifícios usados para garantir o apoio das massas.

Assim, foi sobre a base vencedora de 1934 que se formou a equipe campeã de quatro anos depois. Com nomes de peso como Giuseppe Meazza, Giovanni Ferrari e o treinador campeão mundial, Vittorio Pozzo, chegaram como favoritos na França. Vamos ver tudo sobre essa conquista histórica da Azzurra.

Copa do Mundo de 1938: Polêmica na escolha da França como sede e 16 equipes classificadas

Para a realização da Copa de 1938, a FIFA recebeu três candidaturas de países que faziam parte do seu crescente quadro de membros. A França venceu as propostas de Argentina e Alemanha, uma escolha que causou revolta nas equipes sul-americanas. Como a primeira Copa foi no Uruguai e a segunda na Itália, era esperado uma outra edição em solo latino para alternar os continentes.

Desta forma, Uruguai e Argentina não disputaram a Copa de 1938, na França, como forma de protesto. Já era a segunda “nota de repúdio” da federação uruguaia, que também não participou da edição de 34. Com isso, o Brasil se classificou mais uma vez sem sequer jogar uma partida. Além do Brasil, Indonésia e Cuba completaram a lista de seleções não-europeias.

Até hoje, essa foi a única participação dessas outras duas seleções na história das Copas do Mundo da FIFA. Essa edição também marcou a estreia de Polônia e Noruega na competição. Assim como em 1934, 16 equipes fizeram parte do  torneio. Ninguém poderia imaginar que a próxima Copa só aconteceria em 1950.

Copa do Mundo de 1938: A última Copa do Mundo da FIFA disputada apenas em mata-mata 

Na Copa do Mundo da França em 1938, foi repetido o mesmo formato de 1934, começando nas oitavas de final. Os jogos que terminassem empatados teriam uma prorrogação de 30 minutos e caso o empate persistisse, outra partida seria jogada. Assim como foi na primeira conquista italiana, 4 jogos e a taça! Veja como foram sorteados os confrontos:

  • Itália x Noruega
  • França x Bélgica
  • Brasil x Polônia
  • Tchecoslováquia x Holanda
  • Hungria x Indonésia
  • Suíça x Alemanha
  • Suécia x Áustria
  • Cuba x Romênia

Os grandes favoritos eram a campeã reinante, Itália, e a Alemanha, que havia anexado a Áustria e com isso se “reforçou” para a disputa do mundial. Os dois países usavam o esporte como um subterfúgio para fortalecer seu regime. Torcer pelos atletas era o mesmo que apoiar a pátria e com isso, o sentimento nacionalista era latente em ambos os lados.

Porém, os alemães já ficaram pelo caminho no primeiro confronto. Depois de empatar por 1-1 no tempo regulamentar, tiveram um jogador expulso e perderam a prorrogação por 4-2. A Itália venceu a Noruega por 2-1 com gols de Ferraris e do histórico Silvio Piola. Os italianos enfrentaram então os donos da casa nas quartas de final.

O Brasil também se classificou, após vencer a Polônia por 6-5. Com esse placar, deve ter sido um jogo incrível!

Copa do Mundo de 1938: quartas de final contra a França e um novo adversário se apresenta!

Na fase seguinte, a Itália tinha uma parada dura pela frente, já que a França jogava com o apoio da sua torcida. Mas a Azzurra era um time acostumado com grandes partidas e Silvio Piola era um monstro sagrado do esporte bretão. Com dois gols dele e mais um de Gino Colaussi, a Itália venceu por 3-1 e garantiu sua vaga na semifinal.

Do outro lado, o nosso Brasil precisou de duas partidas para conseguir a fortíssima Tchecoslováquia. Após um empate por 1-1 na primeira partida, vencemos por 2-1 o jogo desempate e nos classificamos para enfrentar os campeões do mundo na semifinal. Leônidas da Silva anotou 5 gols nas primeiras 3 partidas e caminhava a passos largos para ser o grande destaque da Copa.

Mas na hora da verdade acabou dando Azzurra! O Brasil bem que tentou furar o forte bloqueio italiano, mas acabou cedendo dois gols no segundo tempo pelos pés de Meazza e Colaussi. Depois disso, ainda descontamos com Romeu Pelliciari, mas já era tarde e a partida acabou 2-1 para a Itália.

A conquista gloriosa: como a Azzurra se colocou no topo do futebol mundial

A grande final foi disputada no Estádio Olímpico de Paris no dia 19 de junho de 1938 entre Hungria e Itália. Os 45 mil torcedores ali presentes viram a Itália entrar em campo com: A. Olivieri; A. Foni e P. Rava; P. Serantoni e M. Andreolo; G. Meazza, G. Ferrari, A. Biavati, S. Piola e G. Colaussi. Do lado da Hungria, foram escalados: A. Szabó; S. Biró e G. Polgár; G. Lázár, A. Szalay e G. Szucs; G. Zsengellér, J. Vincze, P. Titkos, G. Sárosi e F. Sas.

As duas equipes entraram em campo na famosa formação 2-3-5 e aconteceu um baita jogo de bola! A Itália saiu na frente com um gol de Piola aos 6 minutos, mas sofreu o empate dois minutos depois. Só que antes do intervalo, o artilheiro italiano cravou mais um e Colaussi seguiu, o placar anotava 3-1 para a Azzurra quando desceram para o vestiário.

A Hungria lutou bravamente durante todo o segundo tempo e conseguiu diminuir a diferença aos 70 minutos. Mas as esperanças acabaram logo, aos 82 minutos Colaussi marcou outra vez e sacramentou a vitória italiana por 4-2! Os Azzurri se consagraram como os primeiros bicampeões mundiais e fizeram história em solo francês! 

Na decisão de terceiro e quarto, o Brasil venceu a Suécia por 4-2 com dois gols de Leônidas da Silva, além de tentos de Romeu e Perácio. Com isso, Leônidas foi o artilheiro da Copa de 1938, com 7 gols em 5 jogos. O nosso craque também foi eleito o melhor jogador da competição. Histórico! 

É a sua vez de fazer história na Copa do Mundo sem sair de casa!

Falando de história, que tal tentar aquela mitada e apostar na Copa do Mundo Qatar 2022? A casa de apostas esportivas KTO te oferece muitos benefícios e as melhores promoções para apostar! Como a nossa oferta de boas-vindas, que te dá uma freebet de presente.

É isso mesmo que você leu. Na sua primeira aposta esportiva de até R$ 200, caso não vencer, você recebe todo o valor de volta na forma de freebet! Tá esperando o quê para começar a se divertir?

Texto de Glauco Motta. Curioso por tudo que envolve esportes, video games, TV, cinema, livros e música, sem uma ordem específica. Escrevo sobre todo tipo de coisa, vou forte no competitivo, sem dar rage com o time. R10 the GOAT e Michael Scott melhor manager, sem discussão.

A gente quer te lembrar uma coisa importante: a KTO é um lugar para quem tem mais de 18 anos se entreter e aproveitar momentos de descontração e alegria. Se você ainda é menor, ou se o jogo já não está tão divertido assim no momento, deixe para voltar mais tarde.

ÚLTIMOS ARTIGOS