0.5 C
Nova Iorque

Copa do Mundo de 2002: a copa de Ronaldo Fenômeno

Copa do Mundo de 2002: Estamos perto de mais uma Copa do Mundo, amigo apostador. A bola deverá rolar pela primeira vez no dia 20 de novembro, com o duelo entre Qatar, país sede, e Equador. Mas há 20 anos, na mesma competição, a bola rolava para uma estrela do futebol brasileiro e mundial brilhar. Você se lembra? Antes de embarcarmos nesta viagem, queremos te lembrar que se você está se preparando para apostar na Copa do Mundo, não deixe de conferir as melhores dicas de apostas esportivas no blog da KTO.

A Copa do Mundo de 2002

Em 2002, quatro anos após a trágica final contra a França e a marcante convulsão de Ronaldo Fenômeno, que definitivamente abalou o jogador e o elenco, a seleção brasileira estava de volta para mais uma Copa do Mundo.

O elenco, comandado por Luiz Felipe Scolari, contava com o time base formado por: Marcos; Lúcio, Roque Júnior e Edmílson; Cafu, Gilberto Silva, Kléberson (Juninho), Ronaldinho (Edílson / Denílson), Rivaldo e Roberto Carlos; Ronaldo.

Nesta edição, realizada em dois países, na Coreia do Sul e Japão, a competição, diferente de 1994, já contava com 32 equipes, sendo assim, apenas as duas seleções de cada grupo iriam avançar para a fase das oitavas de final.

Ronaldo marca em todos os duelos e Brasil avança sem dificuldades

Na fase de grupos, especificamente no Grupo C, o Brasil venceu os três duelos. Bateu a Turquia por 2 a 1, Ronaldo marcou uma vez. Depois superou a China por 4 a 0, Ronaldo, novamente, marcou uma vez. Por fim, goleou a Costa Rica por 5 a 2, Ronaldo, desta vez, marcou duas vezes.

Com os resultados, o Brasil passou em primeiro e a Turquia avançou com a segunda colocação. Costa Rica, na terceira posição, e China, com a quarta posição, foram eliminadas.

No Grupo A, a França, atual campeã, ficou na última posição e foi eliminada junto com o Uruguai. Dinamarca e Senegal avançaram. No Grupo B, Espanha e Paraguai se classificaram. África do Sul e Eslovênia ficaram pelo caminho.

No Grupo D, a Coreia do Sul, uma das seleções anfitriãs, avançou em primeiro e os Estados Unidos ficaram com a segunda posição. Portugal e Polônia foram eliminadas. No Grupo E, Alemanha e Irlanda se mantiveram vivas, já Camarões e Arábia Saudita se despediram.

Grupo F, Suécia e Inglaterra passaram por cima de Argentina e Nigéria. No Grupo G, México e Itália se classificaram, eliminando Croácia e Equador. Por fim, no Grupo H, o Japão, outro país sede, avançou em primeiro, e a Bélgica ficou sem segundo. Pelo caminho ficaram Rússia e Tunísia. 

Copa do Mundo de 2002: Ronaldo buscou o gol no final e não passou em branco

No duelo das oitavas de final, o Brasil encarou a Bélgica e, após um primeiro tempo disputado, a seleção de Felipão abriu o placar com Rivaldo, aos 22 minutos da segunda etapa.

Ronaldo, o matador da edição, não passou em branco, e perto do apito final, mais precisamente aos 42 da segunda etapa, marcou o segundo gol e garantiu a vitória do Brasil por 2 a 0 sobre a Bélgica.

Nos outros duelos, a Alemanha bateu o Paraguai, os Estados Unidos eliminou o México, a Espanha, nos pênaltis, superou a Irlanda. A Coreia do Sul voltou a surpreender e avançou após eliminar a Itália em um jogo marcado por polêmicas.

A Inglaterra bateu a Dinamarca, Senegal, uma das sensações da Copa, eliminou a Suécia na prorrogação e o Japão deu adeus à competição após ser eliminado pela Turquia.

Na falta de Ronaldo, foi a vez de Ronaldinho tirar o coelho da cartola

Nas quartas, o adversário da vez era a Inglaterra, que contava com um ótimo elenco. Os ingleses abriram o placar com Owen, aos 23 minutos da primeira etapa.

Mas antes dos times descerem para o vestiário, Rivaldo empatou o duelo nos acréscimos da primeira etapa. Um gol que certamente mudou o panorama da partida e fez com que a confiança da seleção brasileira fosse mantida viva.

Aos cinco minutos da segunda etapa, um gol antológico que até hoje é lembrado nas histórias das Copas. Ronaldinho Gaúcho, ao bater a falta, que era muito longe do gol, surpreendeu a todos, principalmente o goleiro David Seaman.

A vitória suada por 2 a 1 colocou o Brasil na semis e o adversário da vez seria novamente a Turquia, adversário que a seleção já tinha enfrentado e vencido na fase de grupos.

Nos outros duelos, a Alemanha superou os Estados Unidos por 1 a 0 e a Coréia do Sul, em mais um jogo polêmico, venceu a Espanha nos pênaltis. 

Copa do Mundo de 2002: Volte a brilhar imediatamente, Ronaldo!

Ronaldo estava com um problema no adutor direito e, na época, o assunto o incomodava, dando insegurança e pensamentos negativos para o duelo contra a Turquia.

Antes do confronto, Ronaldo fez uma brincadeira com os companheiros de equipe ao aparecer com um dos cortes de cabelo mais marcantes do futebol e do mundo, o corte Cascão.

O jogador foi para o duelo e, aos quatro minutos da segunda etapa, voltou a marcar depois de não balançar as redes contra a Inglaterra. Ronaldo foi responsável pelo único gol da partida e pela classificação do Brasil para a final.

No fim das contas, o novo corte de cabelo acabou virando mais assunto do que a lesão. Ronaldo, assim, conseguiu driblar os pensamentos que o preocupavam sobre o adutor e brilhou no duelo da semifinal.

Do outro lado, a seleção dos badalados alemães, que contava com o melhor goleiro da competição, eliminou a sensação da competição, vencendo a Coreia do Sul por 1 a 0.

A volta do Brilho de Ronaldo e o cascão salvador

Na final, Ronaldo estava de volta com o corte cascão para brilhar mais uma vez, mas neste duelo teria que superar o paredão Oliver Kahn, que havia sofrido apenas um gol na competição.

No duelo, o primeiro tempo foi marcado pelo jogo muito disputado e pelo placar zerado. No segundo tempo o panorama se manteve até os 22 minutos, quando Rivaldo arriscou de longe e o melhor goleiro da competição, em uma grande falha, rebateu para o atacante com o maior faro de gol da Copa. Ronaldo não desperdiçou, balançou as redes e o dedo ao comemorar o primeiro gol.

O jogo ainda se manteve muito disputado, mas agora os alemães precisavam buscar o empate. Foi aos 34 minutos que Kléberson, pelo lado direito do campo, tentou um passe para o meio, Rivaldo fez o corta e ele, o grande astro recebeu, dominou, ajeitou e chutou no canto. Mais um gol de Ronaldo, dois a zero.

Depois do gol, os alemães não tinham mais chances, só aguardavam o apito final, que veio com uma grande comemoração dos brasileiros e novamente o país sul-americano levantava mais uma taça da Copa do Mundo. O penta foi conquistado pelo ótimo elenco, mas principalmente por Ronaldo, que brilhou com os oitos gols na competição e com o corte cascão.

Como apostar na KTO

Será que algum atacante da seleção brasileira, em 2022, irá repetir os passos de Ronaldo em 2002? Disso não sabemos, o que podemos te garantir é muita diversão com apostas na plataforma! Então não perca tempo, registre-se na KTO e já comece a se planejar para apostar na Copa do Mundo.

A gente quer te lembrar também que a sua primeira aposta na plataforma está mais tranquila do que o Ronaldo na cara do gol em 2002. Sua primeira aposta sem risco na KTO agora é de R$200. Caso a sua aposta não dê certo, a gente te devolve uma freebet no mesmo valor. Vem se divertir e torcer na KTO!

Texto por Lucas Perillo. Tudo sobre esporte me atrai, talvez seja por isso que minha aula favorita na escola era educação física. Atleta frustrado, me dediquei ao jornalismo, pois já que não podia ser um profissional praticando esporte, decidi ser um profissional cobrindo esporte.

A gente quer te lembrar de uma coisa importante: a KTO é um lugar para quem tem mais de 18 anos se entreter e aproveitar momentos de descontração e alegria. Se você ainda é menor, ou se o jogo não está tão divertido assim no momento, deixe para voltar mais tarde.

ÚLTIMOS ARTIGOS