24.1 C
Nova Iorque

Resumo do Grupo B da Copa do Mundo

Resumo do grupo B: O mundial do Qatar já está pegando fogo. E para o apaixonado por apostas online não perder nenhum detalhe, nós do blog da KTO vamos te contar um resumão do grupo B. Para você ter mais chances nas suas apostas, coletar o maior número de informações é parte fundamental. Veja tudo que aconteceu nos primeiros confrontos do grupo de Inglaterra, Irã, Estados Unidos e País de Gales, tome nota e se prepare para apostar na Copa do Mundo.

3ª rodada

Resumo Grupo B: Inglaterra confirma a primeira colocação

Ontem aconteceu a primeira partida entre País de Gales e Inglaterra em uma Copa do Mundo. A rivalidade histórica entre os europeus nunca tinha tomado lugar no maior palco do futebol mundial. E foi um atropelo dos ingleses! O placar de 3-0 já é chamativo, mas a verdade é que poderia ter sido ainda mais se sobrasse tempo.

O domínio inglês foi gigante e se reflete nos números da partida. Foram 18 chutes da Inglaterra a gol, 7 desses no alvo, enquanto o País de Gales finalizou somente 7 vezes e teve 1 acerto. Além disso, os ingleses tiveram 65% da posse de bola, o que dificultou muito o jogo dos galeses. 

Desde o começo do jogo, a Inglaterra martelava, mas entre alguns erros, defesas e chutes prensados, era difícil abrir o placar. Marcus Rashford, que foi reserva nos primeiros jogos da Copa, entrou como titular e fez valer a oportunidade! Ele foi responsável pelas melhores chances inglesas no primeiro tempo, até mesmo perdendo um gol cara a cara aos 13 minutos.

Mas apesar das chances criadas as equipes foram para o intervalo no 0-0, toda a ação ficou para o segundo tempo. E não demorou para que a porteira abrisse. Rashford cobrou falta com maestria para abrir o placar para a Inglaterra aos 5 minutos do segundo tempo. Dois minutos depois, Phil Foden aproveitou um cruzamento rasteiro de Harry Kane para ampliar o placar. 

Em dois minutos, dois gols e Gales ia se despedindo da sua segunda participação em Copas sem uma vitória sequer. Aí virou passeio, os ingleses envolviam o País de Gales com muita movimentação e toque de bola. Quando aos 22 do segundo tempo, Rashford recebeu na direita, cortou o zagueiro e finalizou no meio das pernas do goleiro Ward. Fim de jogo, Inglaterra 3-0, fora o baile!

Com a vitória, os ingleses chegaram a 7 pontos na Copa do Mundo e se classificaram na primeira posição do Grupo B. Agora eles enfrentam a Seleção do Senegal nas oitavas de final, domingo 04/02, às 16h. 

As escalações das duas equipes

País de Gales: D. Ward; N. Williams (Roberts), C. Mepham, J. Rodon e B. Davies (Morrell); J. Allen (Colwill), E. Ampadu, G. Bale (Johnson), A. Ramsey e D. James; K. Moore: Técnico: Rob Page. 

Inglaterra: J. Pickford; K. Walker (Arnold), J. Stones, H. Maguire e L. Shaw (Trippier); J. Henderson, D. Rice (Phillips) e J. Bellingham; P. Foden, M. Rashford (Grealish) e H. Kane (Wilson). Técnico: Gareth Southgate. 

Quem foi o destaque da partida?

É difícil apontar um destaque para o País de Gales, mas talvez o goleiro Danny Ward mereça uma menção honrosa. Ele evitou o que seria mais uma goleada histórica nessa Copa do Mundo!

Do lado da Inglaterra já é bem fácil, o destaque foi Marcus Rashford. O cara fez fumaça na defesa adversária e foi perigoso em quase todas as jogadas que criou. O jovem sem dúvidas colocou uma pulga atrás da orelha do professor Southgate. Uma coisa é fato, seja com Saka ou Rashford, os ingleses vêm forte para os mata-matas. 

Resumo do Grupo B: No fim deu a lógica, EUA classificado em segundo

Em um dos duelos geopolíticos mais esperados da Copa do Mundo do Qatar, a seleção dos Estados Unidos venceu o Irã por 1-0. A equipe iraniana precisava de um empate para garantir a classificação, mas foi pressionada e desperdiçou as poucas chances que criou. Os americanos confirmaram a segunda colocação do Grupo B. 

Foi só 1-0, mas a partida começou com domínio totalmente americano. Desde o começo, o Irã errava muitos passes e tinha problemas para segurar os ataques americanos. Já aos 10 minutos Pulisic teve uma chance de cabeça, mas o goleiro fez a defesa. Os iranianos responderam aos 19 minutos, mas o último passe dentro da área foi interceptado. 

Os americanos jogavam pra frente e empurravam os iranianos para sua defesa, criando mais algumas oportunidades na sequência. Até que aos 37 minutos, em bola alçada para dentro da área, Dest ajeitou com carinho para Pulisic só completar para o gol. 1-0 Estados Unidos, que não diminuíram o ritmo até o fim do primeiro tempo. Weah ainda marcou mais um aos 51, mas o VAR apontou o impedimento na revisão do lance.

Na volta do intervalo, vimos uma seleção iraniana completamente diferente do primeiro tempo. Parece que a bronca do professor realmente surtiu efeito, porque as melhores chances do segundo tempo foram todas do Irã. Já aos 5 minutos da etapa complementar aconteceu uma cabeçada perigosa e agora eram eles quem empurravam seu adversário. 

Com as principais chances chegando pelos pés de Mehdi Taremi, o atacante chamava a marcação e dava bons passes para os companheiros de equipe. Ghoddos teve uma excelente oportunidade aos 19 do segundo tempo, mas a bola passou raspando a trave. A seleção do Irã lutava com tudo que tinha, mas a bola não queria entrar e o tempo começou a virar o principal inimigo em campo. 

O nervosismo ficava evidente e o jogo cada vez mais picado, cheio de faltas bobas. Quando já estávamos nos acréscimos, os iranianos ligaram o famoso chuveirinho. Em cobrança de falta na área, Pouraliganji quase empatou a partida. Já aos 97 minutos, o goleiro evitou o que foi a última chance do Irã. Ainda reclamaram um pênalti, mas não havia nada para marcar. 

Fim de jogo 1-0 para os Estados Unidos e vaga garantida. Com a vitória, os americanos conseguiram garantir a segunda vaga com 5 pontos no Grupo B e agora eles vão enfrentar os holandeses nas oitavas. 

As escalações das duas equipes

Irã: A. Beiranvand; R. Rezaeian, M. Hosseini, M. Pouraliganji e M. Mohammadi (Karimi); S. Ezatolahi, A. Nourollahi (Torabi), E. Hajisafi (Jalali) e A. Gholizadeh (Ansarifard); M. Taremi e S. Azmoun (Ghoddos). Técnico: Carlos Queiróz. 

Estados Unidos: M. Turner; S. Dest (Moore), C. Carter-Vickers, T. Ream e A. Robinson; Y. Musah, T. Adams e W. McKennie (Acosta); C. Pulisic (Aaronson), J. Sargent (Wright) e T. Weah (Zimmerman). Técnico: Gregg Berhalter. 

Quem foram os destaques da partida?

Como já era esperado dos dois lados, os jogadores mais badalados de cada equipe foram os destaques. Do lado americano, foi o “Lebron James do Soccer”, Christian Pulisic, autor do gol e melhor jogador americano em atividade. Sem discussão.

Já do lado iraniano, Mehdi Taremi é o ponto de desequilíbrio para sua seleção. O atleta do Porto mostrou porque sua torcida depositava tanta responsabilidade em suas costas. Foi o principal jogador do Irã em toda a competição e seus dois gols ficarão marcados na história do seu país nas Copas.

Próximos jogos de Inglaterra e Estados Unidos na Copa do Mundo

Com a classificação garantida, as equipes agora voltam a campo só no final de semana. Os Estados Unidos enfrentam a Holanda no Estádio Internacional Khalifa neste sábado 03/12 às 12h. Já a Inglaterra enfrenta a seleção do Senegal no Estádio Al Bayt neste domingo às 16h. 

Quem vai assistir aos jogos, pode acompanhar tudo pela TV aberta, na Rede Globo, pela TV fechada, no SporTV. Além dos veículos tradicionais, as partidas também são transmitidas online. Casimiro transmite alguns jogos em seus canais da Twitch e YouTube, você também pode ver tudo de graça pelo FIFA+.

2ª rodada

Resumo grupo B: País de Gales x Irã

Depois de uma primeira rodada decepcionante para ambos os lados, a partida de hoje prometia pegar fogo. Os times precisavam da vitória para manter seus sonhos de classificação vivos.

O jogo acabou se desenvolvendo com muito estudo, uma posse de bola superior para o País de Gales, mas com muitas chances criadas para os iranianos. Um jogo que parecia bem morno terminou agitando a todos que levantaram cedo para assistir mais um jogo da Copa do Mundo.

Depois de um empate arrancado nos minutos finais contra os Estados Unidos, era esperado uma seleção de Gales agindo e partindo para cima dos iranianos.

Por outro lado, o Irã sofreu uma sapecada tão grande na estreia contra a Inglaterra (6×2) que muitos já estavam descartando suas chances no mundial. Mas hoje tudo deu uma grande reviravolta e os iranianos estão em boas condições para alcançar as oitavas de final no Qatar.

País de Gales x Irã: Os principais momentos da partida

País de Gales foi a campo com: Henessey, Mepham, Rodon, Ben Davies, Roberts, Aaron Ramsey, Ampadu, Wilson, Neco Williams, Bale e Moore.

O elenco titular do Irã foi: Hosseini, Rezaeian, M. Hosseini, Pouraliganji, Mohammadi, Gholizadeh, Ezatolahi, Noorollahi, Hajisafi, Taremi e Azmoun.

Os números da partida mostram que País de Gales teve o domínio da bola por muito mais tempo que o Irã, mas não soube o que fazer com ela. 62% de posse de bola, 10 chutes, apenas 3 no gol, para País de Gales. Do outro lado, o Irã soube esperar suas oportunidades e arriscou bastante no gol adversário. 21 chutes e 6 no gol.

As primeiras chances foram do País de Gales, mas logo no começo do jogo demonstraram não saber o que fazer com a bola. Aos 15 minutos o jogador Roberts tenta fazer um passe arriscado e acaba entregando a bola para o adversário. A jogada termina em gol dos iranianos, mas foi anulado por impedimento pelo VAR.

A marcação avançada do Irã fez com que os galeses ficassem trocando passes, mas sem levar perigo ao gol adversário. Enquanto isso, do outro lado, a dupla Taremi e Azmoun iam liderando os contra-ataques iranianos. Sempre com criatividade e levando um risco moderado. Além do iraniano Hosseini, que se mostrou muito seguro durante toda a partida.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com o Irã tomando a frente nas ações. O atacante Azmoun foi quem levou mais perigo para o País de Gales, aos 51 minutos ele recebeu a bola e avançou, invadiu a área e carimbou a trave esquerda. No rebote a bola sobrou para Gholizadeh que soltou a bomba e carimbou a bola na outra trave. Inacreditável!

Tudo parecia encaminhado para terminar 0x0, até que o goleiro Hennessey fez a grande lambança da partida. Em uma falta violenta fora da área, aos 85 minutos, o goleiro deixou o País de Gales desfalcado para os últimos minutos da partida.

O juizão deu +9 de acréscimos. E foi o suficiente para a história ser escrita. Rouzbeh Cheshmi recebeu um rebote na entrada da área, arrumou e bateu no canto do goleiro para abrir o placar. Logo na sequência, aos 101 minutos de partida, Semeskandi recebeu o passe de Taremi e deu uma cavadinha por cima do goleiro. Um golaço e 2×0 no placar para o Irã.

Quais jogadores foram os destaques da partida?

O destaque negativo fica na conta do goleiro do País de Gales, Wayne Hennessey, ele é um pilar importante da partida e não pode ser expulso da maneira que foi. Depois de sua expulsão a equipe colapsou e sofreu os dois gols para o Irã.

Do lado iraniano o lado positivo. A grande partida que o atacante Azmoun fez, inclusive jogando muito tempo da partida nitidamente com dores. Outro destaque importantíssimo do Irã foi Rouzbeh Cheshmi, foi dele o gol que abriu a contagem.

Inglaterra x Estados Unidos: Resumo da 2ª rodada da Copa do Mundo

Os ingleses foram para o confronto com a pompa de time favorito. Depois do atropelo na primeira rodada, agora era só confirmar a boa fase e já colocar o pé na vaga nas oitavas.

Por outro lado, os Estados Unidos iam ganhando de País de Gales na estreia, mas sofreram o revés no finalzinho. Para essa partida a vitória se tornou fundamental, ainda mais sabendo da vitória do Irã no jogo de mais cedo. Os estadunidenses entraram pressionadíssimos para o confronto.

Inglaterra x Estados Unidos: Os principais momentos da partida

A Inglaterra foi escalada para o encontro assim: Pickford, Trippier, Stones, Harry Maguire, Luke Shaw, Bellingham, Declan Rice, Saka, Mount, Sterling e Harry Kane.

Os onze titulares dos Estados Unidos foram: Turner, Sergiño Dest, Zimmerman, Ream, Robinson, McKennie, Adams, Musah, Christian Pulisic, Wright e Weah.

Os ingleses começaram pressionando mais e fazendo jus a superioridade de seu elenco, mas sem conseguir colocar a bola no fundo do gol.  Os Estados Unidos mostraram um poder defensivo conciso e que consegue segurar as pancadas do adversário. A partir dos 30 minutos do primeiro tempo o jogo se igualou e os EUA até começaram a ter mais chances de gols.

Aos 33 minutos, em uma jogada muito bem trabalhada, o principal craque dos EUA, Christian Pulisic, soltou uma bomba no travessão. A sequência disso foram mais ataques em velocidade por parte dos norte-americanos. Um primeiro tempo surpreendente para quem esperava um domínio completo da seleção inglesa.

Segundo tempo

O segundo tempo começou muito parecido com o final do primeiro, os EUA seguiram dominando as ações e indo pra cima dos ingleses. Em uma grande sequência de escanteios para os norte-americanos, o gol só não saiu porque Maguire estava lá para espantar todas as bolas.

O jogo seguiu morno até o final. Poucas chances criadas, uma seleção inglesa irreconhecível, o jogo acabou 0x0 e embolou o grupo B. Ao final da segunda rodada o grupo ficou assim: 1º lugar Inglaterra com 4 pontos, 2º Irã com 3 pontos, 3º Estados Unidos com 2 pontos, 4º lugar País de Gales com 1 ponto. O grupo vai para a última rodada completamente aberto e com todos os times com chances de classificação.

Quais jogadores foram os destaques da partida?

Para o lado da Inglaterra o grande destaque foi Harry Maguire. Ele, que muitas vezes é criticado, teve papel fundamental em segurar o empate para os ingleses. O jogo da seleção foi muito abaixo do esperado, mas Maguire se doou ao máximo para proteger a sua meta.

Para os Estados Unidos o grande destaque foi Christian Pulisic. Ele liderou os movimentos ofensivos e criou algumas possibilidades de gol, incluindo a bola na trave, que foi o grande lance da partida.  

Quais são os próximos confrontos do Grupo B? 

A rodada final do grupo será no mesmo dia e no mesmo horário para que tudo se resolva simultaneamente. As partidas ocorrem no dia 29/11 às 16:00h, horário de Brasília. A 3ª rodada do grupo B será:

Irã x Estados Unidos

País de Gales x Inglaterra

1ª rodada

Resumo do Grupo B: Como foi o confronto entre Inglaterra x Irã

Os ingleses foram para a partida com: Pickford, Trippier, John Stones, Maguire, Luke Shaw, Bellingham, Declan Rice, Mount, Bukayo Saka, Harry Kane e Sterling. O técnico é Gareth Southgate.

O Irã foi a campo com: Beiranvand, Moharrami, Hosseini, Pouraliganji, Mohammadi, Nourollahi, Cheshmi, Hajsafi, Jahanbakhsh, Taremi e Ali Karimi. O técnico é Carlos Queiroz.

A seleção inglesa, como esperado, tomou conta da partida. Com uma posse de bola muito superior, as chances de gol foram surgindo. Jude Bellingham, de cabeça, abriu o placar aos 35 minutos, com assistência de Luke Shaw.

Depois que a porteira abriu não teve mais o que o Irã fazer, a Inglaterra aproveitou o adversário atordoado após o primeiro gol e foi pra cima. Bukayo Saka aos 43 marcou o seu e Raheen Sterling aos 46 ampliou para 3×0.

No segundo tempo a Inglaterra ainda dobrou o placar com o segundo gol de Saka, um de Rashford aos 71 e um de Grealish aos 90. Os iranianos descontaram com dois gols de Taremi. Placar final: Inglaterra 6 x 2 Irã.

Inglaterra Eurocopa

Inglaterra x Irã: quais jogadores foram os destaques de cada equipe?

Apesar do grande número de gols da partida, um jogador que não marcou teve papel importantíssimo para os ingleses. Harry Kane com sua movimentação e noção de jogo abriu espaços para sua seleção atacar. Além, é claro, da sua contribuição direta com duas assistências. Além de Kane, Saka foi um grande destaque do jogo marcando dois gols e sendo eleito craque da partida.

Pelo lado do Irã, o atacante do Porto, Taremi, foi o destaque. O time sofreu muito depois da lesão e substituição do goleiro titular. E Taremi, com dois gols, foi a pontinha de esperança que descontou o placar para os iranianos.  

E aqui na casa de apostas esportivas KTO você encontra uma grande variedade de opções de mercados para apostar nos confrontos. Registre-se agora e divirta-se na hora de apostar na Copa do Mundo aqui na KTO.  

Resumo do Grupo B: Como foi o confronto entre Estados Unidos x País de Gales

Os estadunidenses entraram em campo com: Turner, Sergiño Dest, Zimmerman, Ream, Robinson, Adams, McKennie, Musah, Weah, Christian Pulisic, Sargent.

Pelo lado de País de Gales o 11 inicial foi: Hennessey, Mepham, Rodon, Ben Davies, Roberts, Ampadu, Aaron Ramsey, Neco Williams, Gareth Bale, Wilson, Daniel James.

O jogo começou com as duas equipes se estudando, mas os norte-americanos foram os que tomaram as primeiras ações. O goleiro Hennessey ganhou destaque ao salvar Gales duas vezes antes dos 15 minutos.

Os Estados Unidos seguiram tendo melhores chances apesar do jogo pouco movimentado. Aos 36 minutos, em uma bela enfiada de bola de Pulisic, a bola sobrou limpa para Weah que tocou na saída do goleiro de Gales, 1×0 para os EUA.  

Na segunda etapa, a seleção do País de Gales foi pra cima e criou algumas chances, na principal delas, em uma bela cabeçada de Ben Davies, o goleiro Turner fez uma grande defesa.

Aos 80 minutos de partida, Gareth Bale finalmente apareceu para o confronto e sofreu a penalidade máxima. E ele costuma ser decisivo! O próprio Bale foi para a bola e cravou. 1×1 no placar foi o resultado final.

Crédito: IMAGO

Estados Unidos x País de Gales: quais jogadores foram os destaques de cada equipe?

Para os Estados Unidos a grande esperança sempre será seu maior craque, Christian Pulisic. Apesar da partida um pouco apagada, ele deu a assistência para Weah que abriu o placar.

A seleção de Gales teve dificuldades em se encontrar na partida. O goleiro Hennessey salvou a meta algumas vezes, e Ben Davies teve bons momentos. Gareth Bale, que era a grande esperança da seleção, apareceu muito pouco e não criou muitas oportunidades. Mas o craque estava lá para decidir ao  sofrer e converter o pênalti do empate.

Uma partida muito truncada, com poucas oportunidades de gols e um número alto de cartões amarelos (6). Em um grupo com um grande favorito, a Inglaterra, e três equipes que buscam a segunda vaga. O empate entre EUA e País de Gales deixou o grupo muito aberto na briga pela classificação para as oitavas de final.

Resumo do grupo B: E quais são os próximos confrontos do Grupo B?

O Irã enfrenta o País de Gales no dia 25/11 às 7h, horário de Brasília, e a partida conta com a transmissão dos canais Globo e SporTV.

A Inglaterra volta a campo no dia 25/11 às 16h, horário de Brasília, contra os Estados Unidos. O jogo contará com transmissão dos canais Globo e SporTV.

A KTO é o lugar certo para você apostar na Copa do Mundo

A KTO é uma casa de apostas esportivas segura e sem burocracia, aqui seu único trabalho é se divertir com as apostas online. E claro que nós temos uma grande variedade de mercados para você explorar na busca da sua aposta ganha durante o mundial do Qatar.

No Qatar está acontecendo uma chuva de gols, e com a promoção de Ganho Antecipado da KTO você pode ter sua aposta ganha antes mesmo do final do jogo. Se a seleção que você escolheu no mercado 1×2 antes do início da partida abrir 2×0, sua aposta já será confirmada como vencedora. Simples assim, abriu 2×0? Dinheirinho na conta!

A gente quer te lembrar de uma coisa importante: a KTO é um lugar para quem tem mais de 18 anos se entreter e aproveitar momentos de descontração e alegria. Se você ainda é menor, ou se o jogo não está tão divertido assim no momento, deixe para voltar mais tarde.

ÚLTIMOS ARTIGOS