3.4 C
Nova Iorque

Campeonato Brasileiro? Não nos técnicos!

Técnicos estrangeiros: aqui no blog da casa de aposta esportiva KTO vamos conversar um pouco sobre a Torre de Babel que é o Campeonato Brasileiro. Uma verdadeira salada de línguas e sotaques: é sobre isso e tá tudo bem MESMO!

O Campeonato Brasileiro de 2022 vem trazendo uma tendência dos últimos anos de ter técnicos estrangeiros no comando de suas equipes, seja na série A ou na série B. 

A busca por novos conceitos vêm crescendo e, para que isso continue sempre se atualizando no cenário nacional, times buscam opções fora do mercado brasileiro, como por exemplo, tivemos neste ano o Flamengo, o Atlético-MG e o Santos atrás de nomes novos para a temporada.

Para trazer mais sobre esse assunto, vamos falar sobre técnicos estrangeiros recentes, os atuais e, claro, do trabalho vencedor que faz com que essa tendência dos gringos no Brasil cresça tanto assim.

Vem com a gente pra saber tudo sobre os técnicos estrangeiros no nosso país e o motivo deles fazerem tanto sucesso por aqui.

Lista dos técnicos estrangeiros nos últimos anos

Sem contar os treinadores que estão nos cargos de suas equipes atualmente (vamos falar sobre isso depois), o Brasil vem trabalhando forte nos últimos anos a questão dos estrangeiros e, por isso, a KTO trouxe uma lista com alguns dos treinadores “com sotaque” que estiveram por aqui.

Para facilitar, separamos todos os nomes por nacionalidade. Confira a lista!

  • Argentinos: Sampaoli (Santos e Atlético-MG), Coudet (Internacional), Crespo (São Paulo), Diego Dabove (Bahia) e Ramon Diaz (Botafogo);
  • Portugueses: António Oliveira (Athletico), Jorge Jesus (Flamengo), Jesualdo (Santos), Ricardo Sá Pinto (Vasco) e Augusto Inácio (Avaí);
  • Uruguaio: Diego Aguirre (Internacional);
  • Espanhóis: Miguel Angel Ramirez (Internacional) e Domenéc Torrent (Flamengo);
  • Paraguaio: Augusto Florentín (Sport);
  • Venezuelano: Rafael Dudamel (Atlético-MG).

Em uma pesquisa rápida foi possível encontrar cerca de 15 técnicos estrangeiros que, de maneira recente, comandaram equipes no Brasil entre a série A e a série B do Brasileirão. Muitos tiveram sucesso, outros tantos não conseguiram lidar com a pressão do futebol brasileiro.

Dos casos que trouxemos aqui, alguns tiveram passagens muito vencedoras, como por exemplo do técnico Jorge Jesus com a camisa do Flamengo. O “Mister” esteve no comando do Flamengo por duas temporadas e o que não faltaram foram títulos.

Em 2019, JJ venceu com o Flamengo o Campeonato Brasileiro e a Libertadores, embalando para um 2020 muito vencedor, tendo Recopa Sul-Americana, Campeonato Carioca e Supercopa do Brasil conquistadas.

E hoje, quantos técnicos estrangeiros temos no Brasil?

Mesmo com a troca constante de treinadores, o que é algo tradicional no futebol brasileiro, alguns gringos vem fazendo bons trabalhos e estão se mantendo no comando de suas equipes por mais de uma temporada, o que é uma vitória no Brasil, vamos combinar.

Hoje, dos 20 clubes que estão na série A do Campeonato Brasileiro, 9 não são brasileiros, o que dá um número de quase 50% dos times com técnicos estrangeiros e, alguns deles, com certa continuidade do trabalho.

Os times no Campeonato Brasileiro hoje estão equilibrados da seguinte forma:

América-MG – Marquinhos Santos (Brasil);
Athletico – Alberto Valentim (Brasil);
Atlético-GO – Umberto Louzer (Brasil);
Atlético-MG – Antonio “El Turco” Mohammed (Argentina);
Avaí – Eduardo Barroca (Brasil);
Botafogo – Em negociações avançadas com Luís Castro, técnico Português;
Red Bull Bragantino – Mauricio Barbieri (Brasil);
Ceará – Tiago Nunes (Brasil);
Corinthians – Vitor Pereira (Portugal);
Coritiba – Gustavo Morínigo (Paraguai);
Cuiabá – Pintado (Brasil);
Flamengo – Paulo Sousa (Portugal);
Fluminense – Abel Braga (Brasil);
Fortaleza – Juan Pablo Vojvoda (Argentina);
Goiás – Bruno Pivetti (Brasil);
Internacional – Alexander “Cacique” Medina (Uruguaio);
Juventude – Eduardo Baptista (Brasil);
Palmeiras – Abel Ferreira (Portugal);
Santos – Fabián Bustos (Argentina);
São Paulo – Rogério Ceni (Brasil).

Nesse ponto, vamos destacar dois nomes estrangeiros que fazem sucesso nos últimos anos e, para começar, vamos com o Juan Pablo Vojvoda, que comanda a equipe do Fortaleza.

O trabalho espetacular de Vojvoda no Fortaleza

O treinador argentino colocou o Fortaleza um patamar acima do que a torcida e a própria direção esperavam. O técnico chegou ao clube em maio de 2021, para a disputa do Campeonato Brasileiro, no entanto, na reta final do Campeonato Cearense, o argentino garantiu o título inédito na sua carreira.

Depois, com a competição nacional pela frente, o foco era apenas um: se manter na primeira divisão. Com elenco limitado em termos técnico e de número de atletas, Vojvoda inovou com um bom futebol e garantiu um incrível quarto lugar.

A campanha garantiu o Fortaleza na Libertadores da América deste ano, algo inédito na história do clube. O trabalho de destaque de Vojvoda fez com que clubes maiores no cenário nacional, como Flamengo e Internacional, tentassem a sua contratação. O argentino, no entanto, optou por permanecer no Leão do Pici.

Abel Ferreira: Cabeça fria, coração quente

O técnico português foi anunciado pelo Palmeiras no final de 2020, para ocupar a vaga deixada por Vanderlei Luxemburgo na época. O treinador começou com tudo e logo de cara conquistou a Copa do Brasil daquele ano.

Impactados pela pandemia, as datas do futebol brasileiro se bagunçaram e permitiram um feito inédito e que, possivelmente, jamais vai acontecer de novo: o Palmeiras ganhou duas Libertadores em apenas um ano.

No dia 30 de janeiro de 2021, Palmeiras e Santos se enfrentaram, em jogo único, que aconteceu no Maracanã e o Verdão ficou com o título da Libertadores de 2020. Já a Libertadores de 2021, aconteceu no dia 27 de novembro do mesmo ano e, adivinhem: Título do Palmeiras de Abel Ferreira.

Pra fechar com chave de ouro, recentemente o treinador português ainda levou a Recopa Sul-Americana, em 2022, para ter o seu quarto título como comandante do Verdão.

Gringo ou brasileiro, todos apostam na KTO

Independente do time ter um técnico brasileiro ou não, na hora de fazer a sua fezinha, é indispensável que você vá na casa de apostas KTO.

Por lá, além de ter as melhores odds do mercado, você ainda conta com os melhores métodos de saque e depósito, incluindo o pix. Além disso, o atendimento personalizado ajuda muito na hora de fazer o seu cadastro e aprender a utilizar as mecânicas do site que são bem simples.
Aproveita na hora de apostar e faz o seguinte: invoca o “team gringo” e aposta nas vitórias de todos os times com técnico estrangeiro. O Combo Booster vai dar um gás na sua apostar e fazer você ganhar um green em diversos idiomas, que tal?

A gente quer te lembrar de uma coisa importante: a KTO é um lugar para quem tem mais de 18 anos se entreter e aproveitar momentos de descontração e alegria. Se você ainda é menor, ou se o jogo não está tão divertido assim no momento, deixe para voltar mais tarde.  

ÚLTIMOS ARTIGOS