27.3 C
Nova Iorque

Como apostar no skate: como funcionam as competições e como apostar

Chegou a hora de descobrir os detalhes de como apostar em um dos esportes radicais que mais tem crescido: o skate.

Chegar às Olimpíadas já deu uma excelente visibilidade para o skate mundial. Com a chegada do esporte na última edição olímpica, disputada em Tóquio, no Japão, mais e mais adeptos foram alcançados para assistir e praticar.

Com isso, surgiram também as oportunidades de apostas na modalidade, ainda que não de maneira fixa.

Confira agora como apostar no skate e como o esporte está sendo desenvolvido no Brasil, para aproveitar ainda mais o “hype” dos Jogos Olímpicos.

História e cenário atual do skate no Brasil

Sabemos que o skate é muito popular em diversos países, inclusive no Brasil. A modalidade já foi considerada marginalizada por muitos anos, mas essa máxima já caiu por terra há certo tempo, sobretudo com os resultados e notoriedade conquistados pelos brasileiros.

Assim, ao falarmos sobre possíveis maneiras de como apostar no skate, falamos sobre história. E nessa construção e no estabelecimento do skate como esporte profissional, não há como deixar de fora alguns nomes que ajudaram em tal popularização.

Ainda nos anos 80, lendas como Tony Alva e Tony Hawk desembarcaram no Brasil para competições e isso passou a atrair mais jovens para a prática e, além disso, para o “lifestyle” do skate.

Com o passar dos anos, a relação, sobretudo de Tony Hawk, com o Brasil, foi ficando cada vez mais estreita. A principal cartada foi o lançamento do game para consoles capitaneado por Tony.

Bob Burnquist

Graças a ele e à equipe desenvolvedora do game de skate que leva seu nome, a figura de Bob Burnquist, por exemplo, se popularizou ainda mais para aqueles que ainda não acompanhavam o skate com frequência.

Bob Burnquist, apesar de morar há mais de duas décadas nos Estados Unidos, não deixou de carregar a bandeira tupiniquim seja em seu estilo, seja em seus próprios materiais. Inclusive, nos games em que Bob aparece, existem diversas referências ao Brasil.

Bob Burnquist. Como apostar no skate.
Crédito: IMAGO

O game, que foi lançado para consoles no início dos anos 2000, em sua primeira versão, mas que perdura até hoje nas novas plataformas, mostrou, até mesmo para os brasileiros, quem eram os principais nomes da modalidade na época e esse foi mais um dos trampolins.

Foram mais frequentes nessa época a divulgação e transmissão de eventos como o X Games, por parte da ESPN, além de competições transmitidas pela Globo, nas manhãs de domingo.

Mais brasileiros

Foi ali que conhecemos mais de perto outros caras que ganharam o mundo, como Lincoln Ueda e Sandro Dias, o Mineirinho.

Sandro ganhou espaço e ainda mais popularidade com seus títulos, além de ser um dos únicos da época a realizar a manobra “900”, que até então era feita somente por Tony Hawk. A manobra consiste em um giro de dois eixos e meio.

No mundo da música, também temos de lembrar de Chorão, do Charlie Brown Jr., que era praticante do esporte desde a adolescência e sempre aparecia andando de skate em seus shows.

Hoje temos, além de Bob, Lincoln e Sandro, nomes da atualidade que mantêm o Brasil no topo das competições, como Letícia Bufoni, Pamela Rosa, Pedro Barros, Kelvin Hoefler e, claro, a mais jovem atleta brasileira a conquistar uma medalha olímpica, a fadinha Rayssa Leal.

Leia mais: Brasil finaliza Jogos Olímpicos com resultados históricos

Inclusão do skate nas Olimpíadas

Após anos em busca do reconhecimento do skate como um esporte olímpico, chegou a vez, em 2021, de termos a modalidade incluída na programação. E, para a nossa alegria, com diversos competidores brasileiros.

A nova geração do skate esteve em peso na representação do país. Rayssa Leal, por exemplo, se tornou mais que uma atleta, mas sim uma porta-voz do skate para a nova geração, já que com apenas 13 anos, levou a prata nos Jogos Olímpicos.

Kelvin Hoefler e Pedro Barros também conseguiram chegar ao segundo lugar em suas provas e carimbaram a prata para o Brasil, que estreou no skate olímpico, junto da modalidade.

No skate feminino, houve ainda a participação de Pamela Rosa, que competiu lesionada, e Letícia Bufoni na categoria street, além da categoria park, com Yndiara Asp, Dora Varela e Isadora Pacheco.

Pelo masculino, além de Kelvin, na categoria street, tivemos Felipe Gustavo e Giovanni Vianna. Já pela categoria park, foi a vez de Pedro Quintas e Luizinho Francisco estarem ao lado do medalhista Pedro Barros.

O resultado foi dos mais positivos e espera-se que o skate siga firme nas próximas edições dos Jogos Olímpicos, como mais uma modalidade para os brasileiros brilharem.

Apostas no skate

A primeira experiência nas apostas em skate aqui no Brasil foi, justamente, com as Olimpíadas. Assim, o que se espera é que os principais eventos do calendário estejam mais presentes e que novos mercados passem a surgir, sobretudo nas vertentes do skate.

Leia também: Como Apostar no Surf: a outra novidade esportiva das Olimpíadas

Com o aumento da popularidade, tudo indica que será breve a espera até que os mercados para a modalidade se consolidem. Assim, em breve teremos ainda mais detalhes sobre como apostar no skate.

Leticia Bufoni em Tóquio. Apostas em skate
Crédito: IMAGO

Como funcionam as competições de skate

Basicamente, quando o assunto é relacionado às competições de skate, temos um mesmo sistema para as principais competições realizadas pelo mundo. Os jurados estão atentos a cada movimento, avaliam e determinam a nota final com base nas análises.

Os juízes escolhidos para as provas internacionais devem fazer parte da World Skate. A comissão de jurados é de cinco, além do juiz principal. Já em provas nacionais, temos quatro juízes, além de um principal. O juiz principal é a figura soberana nas decisões que precisa tomar.

Para que as manobras sejam computadas, são dadas voltas livres. Nelas, cada um dos skatistas tem um tempo determinado para executar a maior quantidade de manobras. Quanto maior o grau de dificuldade e a perfeição dos movimentos, maiores são as notas.

Para o caso das provas de skate street, além da volta livre, são julgadas as melhores manobras individuais entre os competidores. As notas são somadas e duas delas, as mais baixas, são descartadas. Assim sabemos quem vence a competição.

Já as competições de skate vertical, têm como maiores pontos de avaliação o número de manobras realizadas, além da precisão e do cuidado para evitar quedas e manobras incompletas.

Aposte com a KTO

Agora que você já sabe tudo sobre o skate e suas competições, que tal ficar ligado quando o skate estiver presente nas apostas esportivas online?

Então não deixe de se inscrever no site da KTO, para começar a se adaptar aos mercados e a descobrir novas possibilidades.

A KTO oferece dezenas de modalidades para você apostar e mais do que isso, você pode lucrar e se divertir com o seu esporte predileto. Então, não fique de fora e acesse. O site é totalmente seguro para realizar as suas apostas.

Divirta-se com seus amigos e palpite hoje mesmo com a KTO!

A gente quer te lembrar de uma coisa importante: a KTO é um lugar para quem tem mais de 18 anos se entreter e aproveitar momentos de descontração e alegria. Se você ainda é menor, ou se o jogo não está tão divertido assim no momento, deixe para voltar mais tarde.

ÚLTIMOS ARTIGOS