27.1 C
Nova Iorque

Regras do Críquete: conheça mais do esporte inglês

Regras do críquete: ainda pouco conhecido no Brasil, o críquete é febre entre países que foram colônia inglesa e pode ser mais uma chance de diversão para apostadores

Não estamos acostumados a ouvir falar muito sobre o críquete, que é bastante praticado em outros países. Por isso, vamos mostrar a você como a modalidade pode ser mais uma opção de entretenimento e, quem sabe, até de apostas.

Veja também: Como apostar no críquete: saiba como ganhar com esse jogo

Dessa forma, exploraremos mais sobre a origem do esporte e como se desenvolveu. Tudo isso caminhando com as regras do críquete, para que você tenha uma base e possa, inclusive, aprender a jogar.

Como surgiu o críquete

A modalidade surgiu durante o século XVI na Grã Bretanha. Ela chama a atenção por ter semelhanças com o baseball e uma base formada a partir de um jogo praticado na época medieval, chamado stoolball.

Ao longo do século XVII a nobreza teve contato com o críquete e passou a praticá-lo. A popularização passou a ocorrer conforme os países colonizados pela Inglaterra adotaram a prática. O esporte chegou a outras regiões como Paquistão, Índia, África do Sul e Austrália.

Cabe o registro de que as primeiras partidas oficiais podiam durar até dez dias, porém esse tempo passou a ser reduzido conforme o desenvolvimento. Mesmo assim, em alguns tipos de jogo específicos, os jogos chegam a cinco dias de disputa. 

Durante o final do século XIX, assim como o futebol, tentaram trazer o críquete como uma possível modalidade, mas o esporte não vingou. A adesão entre os praticantes foi baixa, com isso a modalidade acabou esquecida.

E, apesar do críquete não ser popular no Brasil, temos aqui um jogo parecido. Disputado principalmente entre as crianças, ele se assemelha bastante e ganhou diversos nomes, como taco, bets, bate-ombro, tacobol e muitos outros.

No Brasil existem em torno de 300 atletas espalhados por alguns estados, como São Paulo, Paraná, Distrito Federal e Ceará.

Veja também: Guia de apostas esportivas: tudo que você precisa saber

Quais são as regras do críquete

Para entendermos as regras do críquete, temos de partir da distribuição de atletas no campo de jogo e quais os tipos de partida que serão disputados. Ao todo, são 11 jogadores de cada lado, assim como no futebol.

Divisões do campo

Mas as semelhanças com o esporte bretão param por aí, já que as divisões do campo de jogo são completamente diferentes. No caso, são três os espaços marcados em cada lado. O “pitch”, que é retangular, uma área oval (infield) e um círculo exterior (outfield).

Objetivo, Posicionamento e Funções

Os batedores de ataque são os integrantes que se posicionam dentro do pitch e cada um deles possui um taco. Além deles, outros membros do time também ficam no pitch, porém, por parte da defesa. No caso, são o rebatedor e o lançador.

O objetivo do jogo é o lançador, chamado também de bowler, tentar fazer com que a bola passe pelo rebatedor e acerte o wicket. Se a bola atingir e derrubar o wicket, automaticamente, o rebatedor está fora.

Sobre o wicket, ele consiste em três bastões de madeira, em que ficam posicionadas duas peças menores na horizontal, com o nome de bails. Cada um deles fica posicionado logo atrás do rebatedor.

Arremessador e rebatedor ficam frente a frente antes das ações. O arremessador, em sua jogada, pega impulso e lança a bola com o intuito de enganar seu adversário. Para ter sucesso, ele pode jogar a bola rasteira ou quicando próxima ao rebatedor.

Na tentativa de acertar a bola, está o rebatedor, que procura intervir ao lançamento adversário para evitar os pontos deles e para tentar conquistar pontos para a sua própria equipe. No caso do rebatedor acertar a bola, não é possível que ele saia de sua área para pegá-la.

O que eles podem fazer é correr entre os wickets, até que os adversários consigam a eliminação do outro time. Sempre que o rebatedor e o receptor chegam ao wicket oposto, é marcado um ponto.

Pode ocorrer de o rebatedor acertar a bola e não ter tempo para correr até o lado oposto. Quando isso ocorre, ele pode ficar parado, até que o lançador mande a bola seguinte. Se bater na bola com força, sem que toque o chão, podem ser anotados seis pontos.

Como eliminar o adversário

Existem formas diferentes para eliminar o adversário. Pode ocorrer dos defensores apanharem a bola rebatida ainda no ar, sem que tenha tocado no solo ao menos uma vez ou, pode ocorrer também de derrubarem o wicket antes do adversário chegar.

Tempos de jogo

Sobre os tempos de jogo da modalidade, temos os turnos, chamados de innings. Cada uma das etapas do jogo é completada após o giro de 10 rebatedores. Para falar sobre a duração dos jogos, vamos conhecer os tipos, já que a variação pode ser entre horas ou até dias.

Shaheen Shah Afridi
Crédito: IMAGO

Leia também: Prognósticos do Rugby: Tudo para fazer uma boa aposta nesse esporte

Tipos de jogos de críquete

Entre as regras básicas do críquete, não podemos nos esquecer sobre qual o tipo de jogo que está em disputa. Ao longo dos anos a modalidade sofreu diversas adaptações. Muitas partidas passavam de 10 dias, mas hoje há formas diferentes ao redor do mundo. Veja:

Críquete de teste

Este é o estilo da modalidade que é o mais difundido, em que os jogos completos costumam chegar a cinco dias de disputas em períodos diurnos. Nesse tipo de jogo é possível que haja vitória para um dos lados ou empate.

Ao todo, são três períodos diários, para que se chegue em 15, ao fim dos cinco dias de disputa. Com isso, são feitas diversas modificações ao longo das disputas, já que as condições climáticas e do campo também variam constantemente.

Críquete de um dia

Com o nome original de One Day International, é possível encontrar a abreviação ODI para indicar o tipo de jogo, que é ajustado, sobretudo, para as transmissões esportivas. Desde os anos 70 foram estudadas formas para que se chegasse ao novo formato.

A partida, dessa forma, fica dividida em 50 overs para cada um dos times, o que acaba facilitando para que o jogo se desenrole em apenas um dia.

O número de corridas é preponderante para que se defina o vencedor. Além da questão do tempo, a bola também possui certa diferença do críquete de teste, assim como os uniformes de jogo.

Diferem-se também as restrições colocadas aos capitães de cada uma das equipes, que só têm à sua disposição dois jogadores para que sejam colocados além da zona de 30 jardas ao longo dos primeiros overs, que são, no caso, 1-10.

Críquete T20

Podemos dizer que esta adaptação das regras do jogo de críquete, feita nos anos 2000, teve o intuito de modificar ainda mais algumas questões que incomodavam alguns. Dessa forma, com sua nova roupagem, tem partidas ainda mais curtas que o críquete de um dia.

Sua ideia é que seja disputado somente em uma tarde ou noite, e, para que se possa fazer dessa forma, o número de overs é ainda menor, com apenas 20. Com maior dinamismo, o T20 se tornou uma das formas para expandir a modalidade a outros países.

Da mesma forma que o críquete de um dia, os espaços dos primeiros overs também são limitados. Mesmo assim, a restrição é menor, já que o número de overs também é menor em comparação ao outro. Por isso, ocorre somente nos primeiros seis overs.

Já nos outros 14 restantes libera-se cinco jogadores para a mesma posição no campo de jogo. Por consequência, o maior número facilita as jogadas.

Apostando no Críquete

Ao escolher o críquete como esporte para apostar, aproveite para analisar todas as possibilidades.

Entre os principais mercados está o 1X2, em que se escolhe o resultado do jogo sem necessitar especificar uma margem, o que torna a primeira experiência ainda mais agradável.

Porém, você também pode se aventurar por mercados mais desafiadores como o de médias totais de corridas ou wickets em apostas acima/abaixo. Também pode ocorrer as apostas em handicap, para dar uma vantagem virtual para um dos times.

Enfim, as oportunidades são diversas e se você conseguir acompanhar os jogos e notícias, além das estatísticas e regras do esporte críquete, poderá se dar bem e se divertir com o críquete como mais uma opção de apostas.

Aposte com a KTO

Com a compreensão das regras do críquete, é possível apostar em competições nacionais e internacionais. A KTO também oferece mercados nesse esporte e você não pode ficar de fora. Por isso, faça sua inscrição agora mesmo!

A gente quer te lembrar de uma coisa importante: a KTO é um lugar para quem tem mais de 18 anos se entreter e aproveitar momentos de descontração e alegria. Se você ainda é menor, ou se o jogo não está tão divertido assim no momento, deixe para voltar mais tarde.

ÚLTIMOS ARTIGOS