10.3 C
Nova Iorque

NBA Playoffs: guia completo e dicas para apostar na reta final da NBA

Apostar Playoffs NBA: você piscou e a temporada regular da NBA já chegou ao fim. Agora é só jogo de gente grande! Saiba tudo sobre os confrontos dos playoffs da NBA para fazer seus palpites na casa de apostas esportivas KTO.

*Ao final do guia, o palpite das páginas parceiras da KTO. Café Belgrado, Bola Presa e Canal Bandeja estão com a gente nessa!

A NBA é a maior competição de basquete do mundo. A temporada regular começou em Outubro de 2021 e se encerrou neste mês de abril de 2022. Nela, as equipes disputaram 82 jogos cada, na busca pela melhor posição em sua conferência.

Divididos entre Leste e Oeste, os 30 times se digladiam por uma vaga nos playoffs, que são as fases finais da liga. Só que esses postos são limitados, e apenas oito times de cada conferência chegam aos playoffs.

Recentemente, a NBA mudou. Devido à pandemia, a associação criou o play-in, formato que veio para ficar. Com ele, ao invés de oito times se classificarem de maneira direta, apenas seis o fazem, enquanto os quatro seguintes brigam por outras duas vagas.

Na temporada 2021/22, Brooklyn Nets, Cleveland Cavaliers, Atlanta Hawks e Charlotte Hornets disputaram o play-in do Leste. No Oeste, Minnesota Timberwolves, Los Angeles Clippers, New Orleans Pelicans e San Antonio Spurs competiram pelas vagas finais.

Agora, começa a fase mais quente da NBA. Por se tratarem de 82 jogos, durante a temporada regular muitos jogadores se preservam, treinadores pensam nas melhores rotações e os times distribuem as energias.

Nos playoffs, tudo muda. Em duelos no formato “melhor de 7” é avançar, ou pensar na próxima temporada. Tudo ou nada. Veremos os maiores astros de basquete do mundo no modo turbo, dando 101% das suas capacidades.

Dessa forma, não tem coisa melhor do que curtir as emoções dos jogos fazendo palpites online na casa de apostas esportivas KTO. Amantes de basquete amam números e nós amamos as probabilidades. Quem leva a melhor nessa season? No guia a seguir, vamos te conduzir pelas possibilidades dos playoffs de 2022.

*No guia, PPG significa pontos por jogo. R representa rebotes e A assistência. Por fim, FG% é o índice de acerto de arremessos do atleta em porcentagem.

Conferência Oeste

Aposte em Phoenix Suns x New Orleans Pelicans

O Phoenix Suns comandado por Monty Williams bateu um recorde muito expressivo. O roxo e laranja do Arizona teve em 2021/22 a melhor campanha de sua história.

Esta é a terceira vez em que o Phoenix Suns tem a melhor campanha da NBA. As outras temporadas de liderança ocorreram em 2004/05 e 1992/93, ambas com o recorde de (62-20). Na atual temporada, o Suns chegou a 64 vitórias e 18 derrotas. O melhor desempenho geral, dentro e fora do seu ginásio.

O Suns bateu na trave no ano passado, quando acabou derrotado pelo Bucks de Giannis Antetokounmpo. Será que, agora, o Suns tem maiores chances de faturar aquele que seria seu primeiro título?

Destaques do Phoenix Suns:

Devin Booker: 26.8 PPG, 5.0R, 4.8A e 46.6% FG.
Chris Paul: 14.7 PPG, 4.4R, 10.8A e 49.3% FG.

Foi intenso, foi. O fim dos playoffs para o New Orleans Pelicans teve emoção até os últimos minutos. Após bater o San Antonio Spurs no primeiro round, a missão era tirar o time remanescente de Los Angeles dos playoffs.

Em um jogo com trocas largas de liderança, o Pelicans sob o comando de Brandon Ingram venceu por 105 x 101. A franquia de Nova Orleans não é uma presença constante nos playoffs. Em 10 anos, esta é apenas a terceira participação na etapa mais importante da temporada da NBA.

Sem títulos da Liga, a última boa presença de New Orleans foi em 2017/2018, com um elenco que tinha Rajon Rondo, Anthony Davis e DeMarcus Cousins. 

Como um soldado ferido que precisa voltar à outra guerra, o Pelicans agora precisa encarar nada mais nada menos do que o melhor time da temporada. Contra Phoenix, não ser varrido já seria uma missão concluída do Pelicans.

Destaques do New Orleans Pelicans:

Brandon Ingram: 22.7PPG, 5.8R, 5.6A e 46.1% FG.
CJ McCollum: 22.1PPG, 4.3R, 5.1A e 46.0% FG.

Aposte em Dallas Mavericks x Utah Jazz

O Dallas fez uma temporada segura e é claro que tem no “tesouro” Luka Doncic a sua principal referência e esperança. Ao lado do craque esloveno, estão bons chutadores como Reggie Bullock e Davis Bertans. 

O novo companheiro de time para ajudar Doncic na pontuação é Spencer Dinwiddie, que veio dos Wizards. A troca com Porzingis deu o que falar, mas parece que ambos estão bem habituados às novas casas.

Com um desempenho de (52-30) e a quarta colocação do Oeste, o time treinado por Jason Kidd quer buscar o seu segundo título para a franquia. Em 2011, ninguém jogou mais do que Dirk Nowitzki, que resolveu a parada e garantiu que os anéis ficassem em Dallas.

Destaques do Dallas Mavericks:

Luka Doncic: 28.4 PPG, 9.1R, 8.7A e 45.7% FG.
Jalen Brunson: 16.3 PPG, 3.9R, 4.8A e 50.2% FG.

O Utah Jazz ficou logo atrás do Mavs. Com a quinta colocação e uma campanha de (49-33), a franquia de Utah tem um jogo coletivo muito forte e é perigosa. 

No plantel, Rudy Gobert é a verdadeira Torre Eiffel. O pivô de 2,16m já foi eleito o melhor defensor da liga em três oportunidades. Se Donovan Mitchell comanda a pontuação entre os titulares, Jordan Clarkson conduz os bancários, tendo sido eleito o sexto homem da temporada passada.

O Utah pode não ter feito uma campanha de primeiro lugar como fez há um ano, mas o time treinado por Quin Snyder não é um adversário fácil de ser batido. Sem títulos na história, o Jazz busca seu primeiro troféu.

Destaques do Utah Jazz:

Donovan Mitchell: 25.9 PPG, 4.2R, 4.3A e 44.8% FG.
Rudy Gobert: 15.6 PPG, 14.7R, 1.1A e 71.3% FG.

Aposte em Golden State Warriors x Denver Nuggets

Os splash brothers estão de volta aos playoffs da NBA! Com uma temporada satisfatória (53-20), a equipe de São Francisco volta à fase derradeira, após ficar de fora em dois anos consecutivos. 

A Dub Nation sabe que o lugar do time é nos playoffs, afinal, estamos falando de uma franquia que tem cinco títulos de NBA. Três deles foram conquistados recentemente (em 2015, 2017 e 2018).

A turma de 1975, comandada por Rick Barry, que nos perdoe, mas vamos falar dessa geração que balançou a liga. Stephen Curry e Klay Thompson (splash brothers) ao lado de Draymond Green sabem como se encaixar na quadra.

Estamos falando do maior cestinha de três da história – batido nesta edição 2021/22. E, por óbvio, que Thompson e Green não são pouca coisa como companheiros de equipe.

Como se não bastasse, o técnico e ex-armador Steve Kerr ainda conta com jogadores jovens que estão surpreendendo. Jordan Poole (cotado como MIP) faz belíssima temporada e Jonathan Kuminga, rookie, gosta de prover entretenimento aos fãs. O Warriors tem plantel, tem treinador, e vai incomodar.

Destaques do Golden State Warriors:

Stephen Curry: 25.5 PPG, 5.2R, 6.3A e 43.7% FG.
Klay Thompson: 20.4PPG, 3.9R, 2.8A e 42.9% FG.

O Denver Nuggets tem o MVP! O sérvio Nikola Jokic tem tudo para ser pela segunda temporada consecutiva o melhor jogador da liga. Em 2021/22, um recorde histórico: o primeiro a fazer 2.000 pontos, 1.000 rebotes e 500 assistências.

O pivô do Nuggets é um colecionador de números, um amante do box score recheado. Só que ter o MVP não basta. O time do Colorado fez apenas a sexta campanha do Oeste (48-34) e sente ainda a ausência de Jamal Murray, que teve grave lesão.

A adição mais recente, a de DeMarcus Cousins, ajuda a compor a rotação do Nuggets, mas ninguém chega a ter números tão expressivos quanto o pivô sérvio. A equipe de Michael Malone levou a melhor em três dos quatro jogos da temporada regular contra o GSW.

Destaques do Denver Nuggets:

Nikola Jokic: 27.1 PPG, 13.8R, 7.9A e 58.3% FG.
Aaron Gordon: 15.0PPG, 5.9R, 2.5A e 52.0% FG.

Aposte em Memphis Grizzlies x Minnesota Timberwolves

Um dos times que mais surpreendeu nesta temporada, o Memphis Grizzlies fez uma campanha expressiva. Não fosse a super temporada do Suns, ninguém teria feito mais do que os ursos do Tennessee. 

O grande assunto que circunda a franquia é o excelente desempenho durante a temporada mesmo quando Ja Morant esteve fora. A ausência do melhor novato de 2020 não foi sentida dentro de quadra, o que serve como carimbo para o trabalho de Taylor Jenkins.

Desmond Bane, Dillon Brooks e De’Anthony Melton conseguiram suprir a ausência de Morant na armação das jogadas. É claro que, ainda assim, a volta de Temetrius, camisa 12 que parece ter uma mola em seus pés, é uma tremenda notícia. 

O Grizzlies nunca venceu um título da NBA, e sequer de Conferência. A melhor campanha da história dos ursos foi feita em 2013, mas o San Antonio Spurs de Tim Duncan e Manu Ginobili varreu o Grizzlies.

Destaques do Memphis Grizzlies:

Ja Morant: 27.4PPG, 5.7R, 6.7A e 49.3% FG.
Jaren Jackson Jr.: 16.3PPG, 5.8R, 1.1A e 41.5% FG.

Os lobos de Minnesota chegaram aos playoffs! Após boa temporada e jogo emocionante no play-in contra o Clippers, o Timberwolves garantiu a sua participação nas fases finais de 2022.

Para a franquia, só a presença nos playoffs já é importante, haja visto que em 15 anos, de 2005 a 2020, o Minnesota Timberwolves esteve apenas em uma edição, a de 2017/2018.

Comandados por Chris Finch, a campanha foi de briga pela vaga direta até o final, só que os (46-36) deixaram a equipe em sétimo lugar. O jogador da franquia Karl-Anthony Towns vem muito bem acompanhado por Anthony Edwards, em franco crescimento no seu segundo ano de liga, e D’Angelo Russell.

Destaques do Minnesota Timberwolves:

Karl-Anthony Towns: 24.6PPG, 9.8R, 3.6A e 52.9% FG.
Anthony Edwards.: 21.3PPG, 4.8R, 3.8A e 44.1% FG.

Conferência Leste

Aposte em Miami Heat x Atlanta Hawks

Líder da disputada Conferência Leste, o Miami Heat começou a temporada a todo vapor e viveu momentos de instabilidade na reta final. Ainda assim, a campanha se manteve de primeiro seed (53-29) para acalmar os ânimos acalorados na Flórida.

O retrato da end season do Miami foi o desentendimento entre Jimmy Butler, Udonis Haslem e o técnico Erik Spoelstra. A coisa “esquentou” no Heat, o que não muda o fato de ser um time muito forte e de elenco recheado.

Kyle Lowry, Bam Adebayo e Jimmy Butler são as principais estrelas, mas o conjunto ainda tem Tyler Herro, Max Strus, Victor Oladipo e Duncan Robinson. Muitas peças na mão de um treinador que sabe como armar uma equipe competitiva. 

A prova disso é que o Miami Heat foi finalista na temporada 2019/20, na chamada “bolha da NBA”. A equipe acabou derrotada pelo Lakers, mas foi importante chegar em uma final seis anos depois.

O Miami Heat é uma franquia que ganhou mais expressividade neste milênio, já que seus três anéis vieram nos anos dois mil. Em 2006, 2012 e 2013, o time da Flórida faturou o campeonato. A dobradinha Lebron James e Dwyane Wade é inesquecível.

Será que a dupla do momento, Jimmy Butler e Bam Adebayo, cercados de bons jogadores, conseguem levar o Heat a mais um título?

Destaques do Miami Heat:

Jimmy Butler: 21.4PPG, 5.9R, 5.5A e 48.0% FG.
Bam Adebayo: 19.1PPG, 10.1R, 3.4A e 55.7% FG.

Faz tempo que os gaviões de Atlanta não chegam a um título de campeonato. O Brasil conquistava sua primeira Copa do Mundo no futebol quando o Hawks de Bob Pettit vencia o único troféu da Liga, em 1958. 

O Hawks ficou três temporadas consecutivas sem ir aos playoffs até que um certo armador de 1,85m mudou o panorama da equipe. Trae Young conduziu o time na temporada passada até os finais da conferência Leste seis anos depois.

Na temporada atual, a equipe sentiu a ausência do seu ala-pivô John Collins e correu perigo de ficar de fora “da brincadeira”. Mas a campanha de (43-39) rendeu a possibilidade de jogar o play-in.

Vencendo ambas as partidas, o Hawks avançou e enfrenta agora o melhor time da conferência logo na primeira rodada dos playoffs. Com todo o favoritismo para o lado de Miami, o Hawks vai tentar surpreender.

Destaques do Atlanta Hawks:

Trae Young: 28.4PPG, 3.7R, 9.7A e 46.0% FG.
Bogdan Bogdanovic: 15.1PPG, 4.0R, 3.1A e 43.1% FG.

Aposte em Boston Celtics x Brooklyn Nets

Engatou a última marcha e não parou mais. Esse é o Boston Celtics do final da temporada regular. Com um começo de 2021/22 pouco chamativo, Ime Udoka foi capaz de arrumar e dar uma nova cara à equipe.

O treinador é aprovado pelo elenco que, além do entrosamento perceptível em quadra, tem a mentalidade certa para vencer jogos. O Boston Celtics, a partir dessa reviravolta, tem o que é preciso para ganhar um título?

Se “jersey” pesa, a do Celtics tem uma tonelada. Estamos falando de uma franquia com 17 títulos. O momento é ótimo, como citado acima, já que nos últimos 32 jogos foram 26 vitórias e campanha de segundo lugar (51-31).

Sob o comando de Jayson Tatum e Jaylen Brown, chegou a hora deste elenco provar se está com “sorte de Leprechaun” ou se é uma realidade afirmada. Diante do Nets, a grande prova de fogo, logo no primeiro round dos playoffs.

Destaques do Boston Celtics:

Jayson Tatum: 26.9PPG, 8.0R, 4.4A e 45.3% FG.
Jaylen Brown: 23.6PPG, 6.1R, 3.5A e 47.3% FG.

O Brooklyn Nets começou a temporada como um dos times mais temidos da Liga, com o trio Kevin Durant, Kyrie Irving e James Harden.

Só que problemas inesperados dificultaram o ano para Steve Nash conseguir uma colocação que era de se esperar na tabela. Irving esteve muito tempo fora por conta da sua não-vacinação e James Harden não estava feliz em Brooklyn – tanto que foi para o 76ers, em troca com Ben Simmons.

Durante a temporada regular, Kevin Durant e suas costas largas seguraram o tranco com quase 30 pontos de média. A sétima melhor campanha do Leste (44-38) garantiu vaga no play-in e, no duelo único contra o Cavaliers, vitória segura por 115-108.

Ainda que instável na temporada, o Nets tem essa dupla perigosíssima de jogadores que pontuam muito (Kyrie e Durant). Nos playoffs do ano passado, caso você não lembre, o Nets só foi eliminado em 7 jogos pela franquia que viria a ser a campeã (Bucks).

Destaques do Brooklyn Nets:

Kevin Durant: 29.9PPG, 7.4R, 6.4A e 51.8% FG.
Kyrie Irving: 27.4PPG, 4.4R, 5.8A e 46.9% FG.

Aposte em Philadelphia 76ers x Toronto Raptors

Sai de baixo com esse confronto. Quem não lembra da última vez que esse confronto aconteceu, em 2019, na decisão das semifinais da conferência? Foram 7 jogos de arrepiar o amante da NBA até o encerramento dramático, apoteótico (e insira aqui um termo que explique) com a bola mágica de Kawhi Leonard.

O torcedor do 76ers nem quer lembrar, então vamos falar de 2022. A franquia da Philadelphia possui três títulos da NBA, mas faz um bom tempo que isso não acontece. O último troféu da Liga é de 1983. 

Nesta temporada, uma boa campanha rendeu ao 76ers o quarto lugar, atrás de Celtics e Bucks com o mesmo número de vitórias (51). Joel Embiid faturou o título de cestinha da temporada e é forte candidato a MVP.

Realmente, impressiona o que o pivô de 2,13m é capaz de fazer. Ao lado dele, Doc Rivers tem as opções de James Harden, Tyrese Maxey, Tobias Harris e o chutador Danny Green.

Há algumas temporadas, o 76ers chega nos playoffs e para antes de chegar às finais da conferência. Em 2021, eliminado pelo Hawks. Em 20, varrido pelo Celtics. Em 2019, aquele final apoteótico contra os Raptors. 

Seria esse o ano do basta, em que o time da Filadélfia vai finalmente avançar? Se depender da máquina Joel Embiid, as chances são grandes.

Destaques do Philadelphia 76ers:

Joel Embiid: 30.6PPG, 11.7R, 4.2A e 49.9% FG.
James Harden: 22.0PPG, 7.7R, 10.3A e 41.0% FG.

O campeão da NBA em 2019 está novamente nos playoffs. O Toronto Raptors, representante do Canadá na NBA, teve um ótimo arranque após o all-star game e ficou com a quinta colocação do Leste (48-34).

Um dos maiores estrategistas da Liga, o técnico Nick Nurse soube colocar o time nos trilhos e o Raptors pode surpreender. Longe de estar entre os favoritos e com um único all-star (Van Vleet), a franquia de Toronto pode ser uma das surpresas dos playoffs.

Nos últimos 20 jogos, foram 14 vitórias. Na run que fechou a temporada, as últimas 10 partidas, ninguém fez melhor do que o Raptors, com oito vitórias e apenas duas derrotas.

Ao lado de protagonistas do último título do Raptors, como Van Vleet e Pascal Siakam, o novato Scottie Barnes joga como veterano. As médias de 15.3 pontos e 7.5 rebotes são uma ótima contribuição daquele que foi a quarta escolha do draft de 2021.

Destaques do Toronto Raptors:

Fred Van Vleet: 20.3PPG, 4.4R, 6.7A e 40.3% FG.
Pascal Siakam: 22.8PPG, 8.5R, 5.3A e 49.4% FG.

Aposte em Milwaukee Bucks x Chicago Bulls

O momento de falar do atual campeão da NBA chegou! O Milwaukee Bucks faturou o seu segundo título da Liga na temporada passada, sob o comando de Giannis Antetokounmpo, MVP das finais. 

A mesma campanha de vitórias de Boston Celtics e Philadelphia 76ers (51-31) rendeu a terceira colocação. A base do time é muito parecida com aquela que venceu ano passado, com o acréscimo do experiente Serge Ibaka.

O Milwaukee Bucks é favorito para a série. E para embasar isso, o histórico dos quatro confrontos entre as franquias em 2022: quatro vitórias do Bucks.

Destaques do Milwaukee Bucks:

Giannis Antetokounmpo: 29.9PPG, 11.6R, 5.8A e 55.3% FG.
Khris Middleton: 20.1PPG, 5.4R, 5.4A e 44.3% FG.

O Chicago Bulls perdeu a magia? Após um início de temporada arrebatador, confirmando as expectativas acerca das contratações (DeRozan, Caruso, Lonzo Ball), o Bulls quase deixa escapar a vaga direta aos playoffs (46-36).

Dos seis primeiros colocados, é a única franquia que tem campanha negativa fora de casa, com mais derrotas do que vitórias. Os seis títulos do Chicago Bulls na NBA são da era Jordan. Depois que o “cabra” parou, os dedos dos jogadores do Bulls ficaram sem o brilho reluzente de um anel.

Difícil explicar o motivo da queda de rendimento do Bulls na temporada atual, mas com certeza a lesão do armador Lonzo Ball é um deles. Será o Bulls passível de ser varrido pelo Bucks tão facilmente, como grande parte do público e até as odds indicam?

Do elenco, apenas DeRozan tem mais “casca”. Zach Lavine, Pat Williams, Coby White e Ayo Dosunmu vão jogar seus primeiros playoffs. Já Nikola Vucevic, nunca avançou de uma fase sequer. Terá trabalho o técnico Billy Donovan.

Destaques do Chicago Bulls:

DeMar DeRozan: 27.9PPG, 5.2R, 4.9A e 50.4% FG.
Zach Lavine: 24.4PPG, 4.6R, 4.5A e 47.6% FG.

Os palpites dos parceiros da KTO

Chegou a hora de ver o que os parceiros da KTO têm como palpites para os jogos do playoffs. Três questões foram levadas até eles: quem é favorito? Quem surpreende? E quem deve “floppar”?

Se você os acompanha no dia a dia, temos certeza que a opinião deles é mais que especial.

Dênis, Bola Presa 

Favorito: O principal favorito não tem como não ser o Phoenix Suns. A melhor campanha da temporada regular com folga e que soube lidar com as lesões e desfalques com tranquilidade.

Eles já mostraram na temporada passada que sabem jogar playoffs e o estilo de jogo deles não sofre na pós-temporada. Elenco com experiência e muito difícil de ser marcado. 

Surpresa: Eu acho que a galera não está tendo a confiança necessária no Memphis Grizzlies. Eles tiveram a segunda melhor campanha do oeste. A segunda melhor de toda a NBA.

O time é jovem, mas é muito bom. Outra surpresa em que eu apostaria é o Toronto Raptors. Esses últimos meses foram de altíssimo nível e parece que a temporada fosse mais longa, eles ultrapassariam mais equipes. 

O time de Toronto tem uma defesa versátil e sabe como incomodar grandes estrelas como Embiid e Harden. 

Flopar: O Miami Heat. Um pouco antes do final da temporada, eles tiveram um momento turbulento. O leste foi muito disputado. Não há uma diferença tão expressiva do primeiro colocado para os demais.

O Heat tem méritos de terminar em primeiro, mas não está tão à frente dos demais adversários como era de se esperar de quem lidera a conferência.

Podendo enfrentar o perigoso Hawks na primeira rodada e, Toronto ou 76ers na segunda, eu não ficaria surpreso de ver o Heat caindo na primeira ou segunda rodada dos playoffs. 

Guilherme, Café Belgrado 

Favorito: Então, os favoritos são o Milwaukee Bucks, como atuais campeões, e o Phoenix Suns, pela melhor campanha, e sendo os vice-campeões da temporada passada.

O Brooklyn Nets é um time que ninguém despreza por conta das estrelas. Lá no começo era um dos favoritos, mas ninguém diz isso hoje.

Surpresas: Mesmo tendo sido segundo lugar geral, uma run longa do Memphis Grizzlies seria tratada como novidade. É um time que chega com muita juventude.

Muita expectativa no Dallas Mavericks também, por conta do Luka Doncic. Só que se ele perder o primeiro jogo contra o Jazz, pode ser uma tarefa mais difícil. 

Flopar: Não sei se este é o termo adequado, mas eu aposto que o Boston Celtics cai para o Nets. Uma aposta arriscada, um 4-3. Uma super campanha e ótimo time que não iria longe na competição.

Perder para um time com Kevin Durant e Kyrie Irving é flopar? Não acredito muito nesse termo este ano. 

Gustavo, Canal Bandeja 

Favorito: O palpite mais seguro seria o Phoenix Suns, dono da melhor campanha da NBA e que parece amplo favorito para vencer o Oeste. No entanto, é difícil ir contra os atuais campeões Milwaukee Bucks. 

Giannis Antetokounmpo é o melhor jogador do mundo se tratando de ataque e defesa. Seus fiéis escudeiros Jrue Holiday e Khris Middleton já provaram que podem render em jogos importantes. Ainda assim, há um caminho árduo pela frente no Leste. 

Surpresa: É possível chamar o time com a segunda melhor campanha de azarão? No caso do Memphis Grizzlies, parece que sim. É difícil imaginar que uma equipe jovem como a liderada por Ja Morant possa alcançar um título tão cedo, logo na terceira temporada da sua grande estrela.

Memphis tem uma defesa forte e um elenco profundo, que é comandado de forma brilhante pelo técnico Taylor Jenkins. Não dá para saber se isso é suficiente para conquistar o título, mas com certeza o Grizz será um adversário complicado para quem vier pela frente.

Flopar: Em teoria, o elenco que tem um candidato a MVP e o cara que venceu o prêmio há quatro anos seria um dos claros favoritos ao título, não é mesmo? Não no caso do Philadelphia 76ers.

O time do pivô Joel Embiid e do ex-MVP James Harden é apenas o oitavo nas probabilidades de título na KTO. Embora o talento da dupla seja inegável, há muitas incertezas envolvendo a franquia, como a profundidade do elenco, a capacidade de Doc Rivers e, principalmente, o estado físico do Barba.

Mais fácil que arremesso livre: a Promo KTO

Imagine-se na linha de lance livre sem pressão do ginásio. Só você e a cesta. Essa é a tranquilidade de começar a palpitar na casa de apostas esportivas KTO.

Na sua primeira aposta (até R$100), em caso de air ball e insucesso, não tem problema, você ganha o mesmo valor em freebet. É arremesso de bonificação que não para mais. 

Faça já o seu registro na KTO e esteja pronto para curtir as emoções dos playoffs da NBA enquanto se diverte com a gente. Prepare os seus palpites para apostar online na NBA. Esperamos por você!

Texto por Ricardo Santos. Gosto de escrever, esportes e jogos. Acho que é por isso que eu tô aqui. Na pelada, sempre corto pra direita. Mas quando menos se espera, eu corto pra esquerda, e bato de letra, porque meu pé esquerdo é horrível. Lebronzete e com saudade dos jogadores de futebol dos anos 2000.

A gente quer te lembrar de uma coisa importante: a KTO é um lugar para quem tem mais de 18 anos se entreter e aproveitar momentos de descontração e alegria. Se você ainda é menor, ou se o jogo não está tão divertido assim no momento, deixe para voltar mais tarde.

ÚLTIMOS ARTIGOS