27.3 C
Nova Iorque

5 fatos importantes do esporte na virada de ano

O ano de 2022 já chegou e com ele um novo calendário esportivo para o Brasil e o andamento de outras competições mundo afora. A virada do ano sempre é um momento de descanso para a maioria, mas os bastidores do esporte não param.

Antes de começar a nova temporada aqui e descobrir o desfecho das competições no exterior, vamos relembrar 5 fatos importantes que marcaram a transição do ano passado para o atual.

Copinha predomina no início da temporada 2022, mas veja os principais destaques dos meses de dezembro e janeiro no esporte:

1. As compras de Cruzeiro e Botafogo

Não é novidade no futebol que clubes de futebol tenham um “dono”, um empresário que comprou o clube. Chelsea, Manchester City, Newcastle e PSG são exemplos de times que possuem proprietários.

Recentemente, esse movimento vem chegando no Brasil. Na série A, podemos considerar que o RB Bragantino rascunha inicialmente esse modelo, já que é um dos clubes pertencentes ao grupo Red Bull, do Cofundador austríaco Dietrich Mateschitz.

No final de 2021, uma notícia pegou a todos os interessados no mundo da bola de surpresa: Ronaldo Fenômeno comprou o Cruzeiro, em valores estimados em R$400 milhões.

Após se tornar uma SAF (Sociedade Anônima de Futebol), sendo o Cruzeiro agora um clube empresa, o ex-jogador que começou a carreira na raposa agora terá 90% das ações da SAF.

Ronaldo já era dono do Real Valladolid, clube da segunda divisão da Espanha e agora tem no Cruzeiro a segunda equipe adquirida.

Outro movimento que está acontecendo no início de 2022 é a chegada, no dia 07 de janeiro, do investidor John Textor, para selar a compra do Botafogo. O clube carioca também possui registro, agora, como SAF e aguarda os últimos detalhes do acordo com o empresário americano.

Textor tem participação do time inglês Crystal Palace, o que já rendeu muitos memes entre os torcedores do Botafogo e do clube londrino na internet. Tem até carioca sonhando com Wilfried Zaha, craque do time, jogando com a estrela solitária no peito.

2. O campeão sem treinador

O Campeonato Brasileiro de 2021 terminou com o Atlético-MG campeão com 13 pontos de vantagem para o segundo colocado Flamengo. O galo mostrou um excelente futebol e foi soberano durante praticamente toda a competição.

No entanto, a virada do ano e o início da nova temporada trouxe algo incomum, a saída de Cuca, que vivia bom momento no comando da casamata dos alvinegros. Uma nota nas redes sociais do clube apontou que foi uma “decisão pessoal” e motivada por assuntos familiares do técnico.

Cuca não deve treinar nenhum clube de futebol em 2022 e o Atlético-MG, até o início deste mês de janeiro, segue na procura de novo treinador. Nomes como Jorge Jesus, Eduardo Coudet e Odair Hellmann já foram sondados e o galo vai anunciar o novo comandante em breve.

3. Histórias da Copinha

Se as negociações estão a todo vapor no futebol profissional enquanto os atletas curtem suas férias, a bola está rolando na Copa São Paulo de Futebol Júnior. A tradicional “Copinha” sempre é disputada no início de cada ano e a edição 2022 já traz histórias de emocionar os amantes do futebol.

O grande episódio até então é o do goleiro Tomate. No jogo entre Atlético-MG e Andirá-AC, Eduardo Silva, goleiro do time acreano, foi um verdadeiro paredão e manteve o resultado em 0x0 na maior parte da disputa, ainda que o Andirá estivesse com um jogador a menos.

Aos 20 minutos da segunda etapa, o galo teve um pênalti ao seu favor e Tomate poderia ter a sua grande consagração. No entanto, ele foi substituído para que o seu reserva tentasse a defesa do pênalti, o que levou Tomate as lágrimas e comoveu torcedores por todos os cantos.

Um movimento de solidariedade e apoio surgiu e Tomate viu suas redes sociais explodirem. Com mais de 500 mil seguidores no Instagram e mensagens de jogadores como Richarlison, Weverton e Breno, o goleiro é o mais novo queridinho do público.

Tomate

Eduardo Tomate foi convidado para um período de testes no Atlético-MG e o gerente de futebol de base do galo deixou claro: “Não é pelo choro. É pelo o que ele fez no jogo”.

Outra grande história da Copinha é a do meio-campista “Balão”. João Victor é meia das categorias de base do Santos, passando em uma das peneiras mais concorridas do país.

Segundo ele, o apelido veio do nada e ficou. Entre os estudos e treinos no Moto Club do Maranhão, Balão é um exemplo de perseverança. O meia quase largou o futebol por conta do luto com a morte do primo e uma trajetória vitoriosa em outro esporte: o jiu-jitsu.

Aos 14 anos de idade, João Victor venceu dois torneios amadores da modalidade de luta, mas acabou optando pelo futebol. Agora o jovem de 18 anos está consolidado na base santista, disputa a Copinha e é um exemplo de superação na Vila Belmiro.

Stephen Curry tenta acertar cesta
Crédito: IMAGO

4. Recorde nas bolas de 3 na NBA

Dezembro de 2021 também marcou um feito inesquecível na NBA, a maior liga de basquete do mundo. O armador Stephen Curry, do Golden State Warriors, tornou-se o jogador que mais fez cestas de 3 na história da associação.

Na partida contra os New York Knicks, Curry alcançou a marca de 2.974 bolas de 3 pontos e superou o ex-jogador Ray Allen, antigo detentor do recorde.

A noite foi memorável e a partida foi disputada no Madison Square Garden, um templo do basquete. Aos olhos de Ray Allen e Reggie Miller, segundo e terceiro lugares no ranking, Curry alcançou um feito gigantesco e o jogo chegou a parar para as homenagens ao armador. Para muitos, Stephen Curry revolucionou o basquete com chutes de três certeiros e de distâncias nunca antes imaginadas. O detentor do recorde vem conduzindo sua equipe em uma grande temporada e espera o retorno de Klay Thompson para reeditar a famosa dupla chamada de Splash Brothers.

5. O novo campeão da Fórmula 1

A quinta e última memória da nossa retrospectiva é a do inédito campeão da Fórmula 1 Max Verstappen. Em disputa acirrada com o multicampeão Lewis Hamilton, o piloto holandês da RBR conquistou seu primeiro título.

Foi emoção até a última corrida e até a última volta. Ao longo da temporada, colisões e polêmicas marcaram um embate tenso entre os pilotos e na prova derradeira, em Abu Dhabi, não foi diferente.

A batida de Nicholas Latifi gerou a entrada do safety car no fim da corrida e houve muita reclamação acerca da aplicação do regulamento. Na última volta, Max Verstappen ultrapassou Hamilton e segurou a primeira colocação até o final para ser o mais novo campeão da Fórmula 1. 

Leia mais: O que muda com as novas regras para a F1 em 2022

A gente quer te lembrar de uma coisa importante: a KTO é um lugar para quem tem mais de 18 anos se entreter e aproveitar momentos de descontração e alegria. Se você ainda é menor, ou se o jogo não está tão divertido assim no momento, deixe para voltar mais tarde. 

ÚLTIMOS ARTIGOS